22-06-2017


Primeira Rota do Café Ginga Supera Expectativas


Luanda, 15 Junho de 2017  – A Angonabeiro em parceria com a Social Team realizaram um pequeno percurso turístico denominado “ Rota do Café Ginga” cujo objectivo é contribuir para o resgate histórico – cultural da identidade do café em Angola.


Várias foram as figuras públicas que juntaram-se a iniciativa e completaram as três caravanas denominadas Mizangala, Zamba e Calunga, que durante os dias 10 e 11 do mês em curso, percorreram mais de 895 quilómetros de estrada pelo itinerário Luanda-Kwanza Sul, tendo a Fazenda Rio Uíri como paragem principal.
“Sinto-me surpreso, não esperava ver tanta beleza na rota do café e acima de tudo feita no Kwanza Sul, terra que me viu nascer, é lindo conhecer este processo que aqui é feito à moda antiga”. Afirmou o Jornalista, Paulo Miranda Júnior.


A “Rota do Café” permitiu aos convidados conhecerem de perto todos os pormenores do processo de produção de café em Angola, ainda no percurso, os participantes visitaram alguns pontos turísticos que a província oferece, nomeadamente cachoeiras da Binga, as 124 curvas da vila da Conda, Ucu Seles, Morro do Dinguire e um desafio de hiking (caminhada), com duração de uma hora e meia, em que os participantes puderam fazer fotografias a 1380 metros de altitude, segundo  o guia turístico Paulo Gomes.
A fazenda Rio Uíri está localizada na província do Kwanza Sul, concretamente no município da Conda. Só no ano passado, a fazenda teve uma produção estimada em 100 toneladas de café robusta e arábica e para este, pretende produzir o dobro de 2016. O café lá produzido é escoado para Luanda, nas instalações da Angonabeiro, para o processo de torrefacção e empacotamento, que tem como o produto final o Café Ginga.


“Esta é uma das muitas actividades desenvolvidas pela Angonabeiro para reactivar a cultura do café, não é uma acção isolada, a nossa intenção é repetir esta rota, sempre em parceria com a Social Team e criar condições para que outros pontos de referência do cultivo do café, possam ser visitados em moldes semelhantes” Referiu Pedro Ribeiro, Director Geral da Angonabeiro.

 


Sobre Ginga
Ginga é a marca de café produzida em Angola pela Angonabeiro, empresa subsidiária do Grupo Nabeiro. A marca é integralmente produzida em Angola, com recurso apenas a café de fazendas angolanas. A imagem da marca é icónica e apelativa, simbolizada pela Rainha Ginga, uma das figuras mais emblemáticas da história e cultura angolana. A marca tem por isso uma profunda ligação emocional ao consumidor angolano.


Sobre a Angonabeiro
A Angonabeiro é a empresa do Grupo Nabeiro que, desde o ano 2000, actua no mercado Angolano na área do comércio e da indústria.
O Grupo Nabeiro e a Delta Cafés mantêm uma forte e antiga ligação com Angola, que remonta à época em que o país ocupava já um lugar de relevo na produção mundial de café. Quando Angola iniciou o seu processo de pacificação, em finais dos anos 90, a Delta Cafés foi convidada pelo Governo de Angola para colaborar na reabilitação e reactivação de uma antiga unidade industrial, com o objectivo de relançar a marca de café Ginga, com produção de café 100% Angolano.


Para mais informações:
Hermenegildo Santos | T. 928 154 441 | hermenegildouanda@gmail.com